António Lobo Antunes é o autor do mês na Biblioteca Municipal em Fornos de Algodres

António Lobo Antunes é o autor do mês de maio da Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez, em Fornos de Algodres. Até final, do mês as obras deste romancista português estarão em destaque.

Mensalmente, a Biblioteca Municipal Maria Teresa Maia Gonzalez escolhe um autor, destacando as obras da sua autoria que se encontram disponíveis na Biblioteca Municipal.
Segundo a autarquia, no mês de maio, o autor do mês é António Lobo Antunes, um dos maiores romancistas portugueses.

 Sobre o autor
António Lobo Antunes nasceu em Benfica, freguesia de Lisboa, a 1 de Setembro de 1942, no seio de uma família da alta burguesia. Ao longo da sua carreira como autor já editou centenas de obras.
No ano de 1979, António Lobo Antunes publicou os seus primeiros dois livros: “Memória de Elefante” e “Os cus de Judas”. No ano seguinte, em 1980, publicou o livro “Conhecimento do Inferno”. Estes três primeiros livros são principalmente biográficos, estando muito ligados ao contexto da guerra colonial. Estes livros tornaram Lobo Antunes imediatamente num dos autores contemporâneos mais lidos e discutidos, não só a nível nacional, mas também a nível internacional. Ao longo dos anos, todo o seu trabalho literário tem sido utilizado nos mais diversos estudos académicos. Além disso, Lobo Antunes tem recebido vários prémios nacionais e internacionais, entre os quais o Grande Prémio de Romance e Novela da Associação Portuguesa, por duas vezes, e também o Prémio Europeu de Literatura, na Áustria, o Prémio Ovídio, na Roménia, Prémio Internacional de Literatura da União Latina, em Roma, o Prémio Rosalía de Castro, na Galiza, o Prémio Jerusalém de Literatura, o Prémio Ibero-americano das Letras José Donoso e ainda o Prémio Camões.

São também de sua autoria as obras:

  • Auto dos Danados

  • Fado Alexandrino

  • As Naus

  • Explicação dos Pássaros

  • O Manual dos Inquisidores

  • Tratado das Paixões da Alma

  • A Ordem Natural das Coisas

  • A Morte de Carlos Gardel

  • O Esplendor de Portugal

  • Não Entres Tão Depressa Nessa Noite Escura

  • Exortação aos Crocodilos

  • Que Farei Quando Tudo Arde

  • Boa Tarde às Coisas Aqui em Baixo

  • Ontem Não te Vi em Babilónia

  • Eu Hei-de Amar uma Pedra

  • O Meu Nome é Legião

 

Seja o primeiro a comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


*